Morhan Nacional:

O antigo sanatório colombiano Agua de Dios se transformará no "Museu da Lepra" em breve. O projeto pretende mostrar a história e os estágios da hanseníase na Colômbia, além de trazer um pensamento mais humano e desestigmatizante sobre a doença. A linha do tempo da enfermidade na Colômbia começa no século XVI e vai até 1997, quando a hanseníase deixou de ser um problema de saúde pública em termos epidemiológicos nesse país, embora continue presente. O Museu será aberto à visitação, com exposições temporárias de diversas temáticas, conferências e reuniões. Para saber mais sobre o Museu Água de Dios, clique aqui. (em espanhol)
Compartilhe: