Morhan Nacional:

O Centro Municipal de Acolhimento Plínio Marcos, unidade de atendimento de homens adultos em situação de vulnerabilidade social, foi palco para a Oficina de Sensibilização sobre a Hanseníase, realizada último dia 6 de fevereiro. O local tem capacidade para atender 96 homens. Durante o evento, estavam presentes cerca de 60 usuários, além da equipe multiprofissional composta por educadores e assistentes sociais, psicólogos, cozinheiras e ASG. O evento, que contou com apresentação do Teatro Bacurau, abordou o tema que, tanto para os profissionais como para os usuários, ainda é pouco divulgado, gerando muitas dúvidas e questionamentos. A demanda sobre informações a respeito da hanseníase originou-se através do atendimento a um residente portador da doença, que se encontra em tratamento. O sucesso e a pertinência da atividade podem ser comprovados com o desdobramento, pactuado pela equipe, de repetir a abordagem do tema bimestralmente na unidade.
Compartilhe: