Morhan Nacional:

O MORHAN em todo o Brasil está de Luto. Por dois graves motivos. O primeiro é a morte por suicídio de um senhor na antiga colônia de Três Corações, Minas Gerais. Ele estava deprimido há algumas semanas e, segundo relatos dos moradores, anunciou que havia montado a corda para o seu enforcamento há cerca de uma semana. A casa dele na área da colônia ficava a menos de 1.000 metros da direção e do serviço de psicologia. A pergunta que não nos deixa em paz é: por que o serviço de saúde destas colônias não acompanha as pessoas do antigo isolamento? O segundo é o falecimento do companheiro militante do MORHAN e coordenador do Núcleo da antiga colônia de Maracanaú do Ceará, Raimundo Martins de Souza ("Severo"), de 68 anos. Nascido em Tefé (Amazonas), foi isolado na Colônia do Bonfim - Maranhão após a descoberta da doença. Sempre lutou contra a discriminação, a segregação e os abusos cometidos pela direção da Unidade. Severo foi preso varias vezes descumprir as regras do local, namorar e fugir. Passou por quatro colônias, em três estados, sendo expulso e transferido para outras por "mau comportamento". Fixou família e moradia na colônia de Antonio Justa, em Maracanaú. Também ajudou a acabar com os horários, prisão e foi um dos membros que planejou e executou a derrubada do muro da colônia forjando um acidente de caminhão. Fato histórico e de repercussão em todas as colônias da época. Recentemente, auxiliou o MORHAN local na implantação de caixa postal individual para moradores, iniciativa pela qual recebeu uma premiação da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. Depois de uma pneumonia aguda, seu estado de saúde foi se agravando, tendo o nosso inesquecível companheiro mudado de plano de trabalho nesta madrugada. Abraços e saudades de todos os companheiros do MORHAN, Direção Nacional do MORHAN
Compartilhe: