Morhan Nacional:

A Comissão Interministerial de Avaliação da Hanseníase começou nesta semana as visitas técnicas aos antigos hospitais-colônia. As primeiras unidades contempladas foram o Hospital Estadual de Dermatologia Sanitária (Hospital de Curupaiti - localizado em Jacarepaguá) e o Hospital Tavares de Macedo, de Itaboraí, Estado do Rio de Janeiro. A comitiva, liderada pelo Coordenador Nacional do MORHAN Artur Custódio, Marilda Andrade e Wagner Nogueira - coordenadores dos Programas de Hanseníase do Estado do Rio de Janeiro e São Paulo, respectivamente - apontou melhorias na infra-estrutura desses hospitais. Baseado no projeto de reforma das colônias, iniciado em fevereiro deste ano, ambos tiveram pavilhões inaugurados e/ou restaurados. As lideranças dessas colônias estiveram presentes na reunião - cerca de 30 pessoas em cada uma. A autonomia de gestão e a necessidade de especialistas (principalmente geriatras) para as unidades de saúde foram apresentadas como itens fundamentais. A realização de um projeto para capacitação profissional dos moradores também foi solicitada. "A Escola Técnica Isabel dos Santos (localizada no Centro do Rio de Janeiro) já possui cursos de adaptação de calçados e, em breve, cuidadores de idosos. Pensamos em firmar uma parceria com as colônias, visto que a capacitação é a base para gerar emprego e fonte de renda a essas pessoas", diz Marilda Andrade. "A previsão é que comece ainda este ano".
Compartilhe: