Morhan Nacional:

O Maranhão é um dos estados brasileiros com maior incidência de hanseníase. Dados do Ministério da Saúde revelam que possui alta prevalência da doença: a taxa é de 4,86 doentes por grupo de mil habitantes. A meta* preconizada pela Organização Mundial de Saúde é de um paciente por mil habitantes.   Como parte da iniciativa para reverter esse quadro, a Comissão Intersetorial de Hanseníase do Conselho Nacional de Saúde (CNS) fará uma reunião conjunta com o Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas Pela Hanseníase e o Conselho Estadual de Saúde do Maranhão. O objetivo é apresentar propostas de ação para controle e eliminação da doença no Estado e realizar um debate. O encontro acontece na próxima segunda-feira (dia 3), das 10h às 17h, na Secretaria Estadual de Saúde (Av. Carlos Cunha, s/nº - Calhau).   Participarão do encontro o conselheiro nacional de Saúde e coordenador nacional do MORHAN (Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase), Artur Custódio de Souza, doze representantes do CNS e secretários estadual e municipal de Saúde.     *Dados extraídos do site do Ministério da Saúde (2006)
Compartilhe: