Morhan Nacional:

A Carreta da Saúde está em Betim (MG) desde o dia 21 de março. A ação é uma parceria da Secretaria de Saúde de Betim e do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan) Betim. Na última quarta-feira (23), estava estacionada na Praça dos Trabalhadores, próximo à trincheira do Imbiruçu. Nos cinco consultórios sobre rodas foi oferecido atendimento para diagnóstico de hanseníase e outras dermatoses. Segundo a referência técnica em hanseníase no município, Guilhermina Frade Pereira, o objetivo do evento é a promover e prevenir as doenças por meio do diagnóstico precoce.  Além do exame para hanseníase, houve, ainda, auriculoacupuntura, atividades preventivas de saúde bucal, ações educativas para doenças sexualmente transmissíveis, tuberculose, educação sobre dengue e informações sobre a Farmácia Viva.  Atendimento “Eu estava passando e fiquei curioso. Resolvi saber o que estava acontecendo e tive uma ótima surpresa. Medi a pressão, fiz auriculoacupuntura e recebi orientações sobre hanseníase. A saúde em Betim está muito melhor. Seria ótimo se este projeto continuasse”, conta José Luzia, 54, morador do Imbiruçu há 40 anos.   Quem também participou das atividades foi Alberto Sato, clínico da Unidade Básica de Saúde (UBS) Citrolândia. “As pessoas aprovam a carreta da saúde. Temos os meios e instrumentos necessários para realizarmos as avaliações. Alem disso, damos orientações e indicamos que procurem a unidade de saúde mais próxima de casa”, disse.   Alberto Sato descreve a tecnologia à disposição da população através da carreta. “Dispomos da lupa iluminada, um instrumento que possui uma luz que, além de aumentar, facilita a visão, o diagnóstico e caracterização das lesões. Identificamos uma pessoa que já começou o tratamento, e outras duas estão sob investigação. É uma ótima experiência e seria bom que levássemos atendimento a lugares mais distantes, inclusive a zona rural”, completa.  Trajeto A Carreta segue hoje (24) para a Praça da Matriz de Santa Izabel, no Citrolândia, das 8 às 17 horas, onde promoverá ações de educação ambiental com alunos de escolas municipal e estadual da região, inclusive com o plantio de árvores. Além disso, será comemorado o Dia Mundial de Combate à Tuberculose, 24. Já na sexta-feira, 25, as atividades serão realizadas na Praça Milton Campos a partir das 14 horas. Estima-se que mais de 200 pessoas sejam atendidas durante estes dias.
Compartilhe: