Morhan Nacional:

Confira, na íntegra, o manifesto contra o fechamento da UBS Guilherme Alexandre (Manaus, AM), em ato realizado na última quarta-feira, 16 de março: Prezado Senhores e Senhoras, Autoridades presentes, Antes de tudo sejam bem vindos a Colônia Antonio Aleixo. Como os Senhores e Senhoras são sabedores, estamos diante de uma ex-colônia dos hansenianos. Por aqui passaram milhares de pessoas que foram excluídas pela sociedade que tinham medo de nós. Ainda hoje sentimos que a sociedade ainda não superou este preconceito social. Milhares de crianças que por aqui chegaram hoje estão com 60, 70 e 80 anos vida. Os outros já se encontram no cemitério Santo Alberto. Vocês não imaginam o que significa a dor física da mutilação e não poder ter acesso a todos os lugares. Se isto não bastasse ainda há a dor da exclusão social e familiar. Mas estamos aqui e não podemos dizer que somos os últimos, visto que a hanseníase no Brasil não foi totalmente erradicada. No entanto, das ultimas 3 ou 4 gerações somos os últimos. Estamos no fim da vida, mas não queremos morrer sem dignidade. Somos pessoas que respeitamos o outro, por isso temos fé e a esperança. Não queremos favores, queremos sim que as Leis deste País sejam respeitadas e as crianças não possam olhar para o mau exemplo dos adultos. Temos nossos direito e a nossa dignidade e vamos lutar até o fim por eles. Por isso consideramos desrespeitoso o modo como vem sendo conduzida a Política de Saúde pelos governantes. Lamentavelmente ainda se brinca com as vidas das pessoas, pois cada um que vem quebra, derruba, constrói, destrói. Ainda não temos um Sistema de Saúde Permanente com prédios e profissionais capacitados que atenda a contento o publico. Alias não é reformando ou destruído prédios que se melhora o Sistema Publico de Saúde. Por isso, consideramos que  por negligência ou desconhecimento  do Estatuto do Idoso e da Pessoa portadora de deficiência física, a SEMSA através do seu secretario e colaboradores se equivocaram duplamente na decisão sem aviso prévio do fechamento da UBS – Unidade Básica de Saúde ferido os direitos garantidos em Estatuto. Este período de 15 dias sem a Unidade de Saúde tem causado graves ferimentos nas pessoas portadoras ulceras nos pés ou mãos. SERÁ QUE OS PROFISSIONAIS SAUDE OU ALGUÉM DA DIREÇÃO NÃO SABIAM DISSO?  Para quem desconhece, informamos o dever do poder público para com os idosos a partir do Estatuto do Idoso:   LEI No 10.
Compartilhe: