Morhan Nacional:

A atual coordenação do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas Pela Hanseníase (MORHAN) no Acre completou, no dia 1º de março, um ano à frente da entidade. Para comemorar a data, os membros gestores e voluntários promovem uma grande campanha de conscientização nas lanchonetes de Rio Branco. A atividade traz informações sobre os principais sinais e sintomas da doença que, em 2010, acometeu mais de 35 mil brasileiros. Durante campanha, foram distribuídos panfletos que trazem detalhes sobre a Hanseníase. O material aponta como principais sintomas da hanseníase a sensação de formigamento, fisgadas ou dormência nas extremidades; manchas brancas ou avermelhadas, geralmente com perda da sensibilidade ao calor, frio, dor e toque; áreas da pele com alteração da sensibilidade e da secreção de suor; caroços e placas em qualquer região do corpo e diminuição da força muscular, com dificuldade para segurar objetos.  Segundo Elson Dias, coordenador da campanha, se diagnosticada cedo, a doença possui boas chances de cura. Como o tempo entre a contaminação pela bactéria e o surgimento dos primeiros sintomas varia entre dois a cinco anos, muitas pessoas descobrem a doença apenas em seu estágio avançado, comprometendo a eficácia do tratamento. 
Compartilhe: