Morhan Nacional:

O Plenário do Conade, reunido em sua 72ª Reunião Ordinária, realizada logo após a posse dos novos conselheiros, em 15 de fevereiro, elegeram o conselheiro Moises Bauer presidente do Conade e o conselheiro Humberto Lippo para o mandato que vai até fevereiro de 2013. A presidência do Conade é exercida alternadamente, por representantes da sociedade civil e do governo. No mandato que se encerrou, a presidência era exercida por Denise Granja, representante do Ministério das Comunicações e a vice-presidência por Isaias Dias, representante da CUT. Na próxima reunião do Conade, em abril, serão escolhidos os coordenadores das cinco comissões fixas, que formarão a Presidência Ampliada juntamente com o presidente e o vice-presidente do Conade. Presidente Moises é conselheiro titular representante da Organização Nacional de Cegos do Brasil (ONCB), e este é o seu segundo mandato no Conade. Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais, e especialista em Direito do Estado, Moises é assessor jurídico do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul, desde 2002. De 2004 a 2010 exerceu a função de assessor jurídico na Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos Humanos de Porto Alegre/RS, no Centro de Apoio Operacional dos Direitos Humanos do Ministério Público Gaúcho, atuando na área dos Direitos Humanos em todas as Promotorias de Justiça do Estado. Com 31 anos de idade e militante do movimento das pessoas com deficiência desde os 16 anos, ajudou a fundar a Associação dos Deficientes Visuais de Canoas, onde foi vice-presidente. Integrou a diretoria da Federação Riograndense de Entidades de e para Cegos (FREC), onde atualmente é vice-presidente, e o Conselho Deliberativo da Associação de Cegos do Rio Grande do Sul (ACERGS), onde é presidente.Em 2010, esteve em duas oportunidades na Organização Mundial de Propriedade Intelectual, em Genebra, representando o Governo Brasileiro e a Organização Nacional de Cegos do Brasil. Na oportunidade contribuiu com os debates e com as articulações para que seja firmado um tratado internacional entre os Estados Membros daquele organismo, visando facilitar o acesso à leitura para as pessoas com deficiência. No mesmo ano, participou na Guatemala de um curso sobre a Convenção dos Direitos das Pessoas com Deficiência, da ONU, realizado pela Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento da América Latina. Moises Bauer é deficiente visual com cegueira em ambos os olhos e tem amputação da mão esquerda, sequela adquiridas aos oito anos de idade, em um acidente com dinamite. Vice-Presidente Humberto Lippo é o atual Secretário Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Sociólogo e professor, coordenou o Comitê de Acessibilidade da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra). Foi secretário do Instituto de Pesquisa e Acessibilidade (Ipesa), presidente da fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para PPD e PPAH, (Faders) no Rio Grande do Sul e coordenador de Direitos Humanos da Prefeitura de Porto Alegre/RS. Humberto Lippo é deficiente físico. Fonte: Comissão de Comunicação Social do Conade
Compartilhe: