Morhan Nacional:

O MORHAN Nacional e a comunidade de Sta Isabel (Betim/MG) homenagearam a canditada Dilma Roussef em Ato na Pampulha, em Minas Gerais. O agradecimento, em forma de placa e buquê de rosas vermelhas dados pelos Srs. Ataliba Borges e Nelson Flores, apontou para os avanços do Governo Lula. Ela reafirmou e anunciou seu compromisso com o MORHAN, dizendo que em seu governo as portas para o MORHAN estarão sempre abertas e que tem acompanhado o presidente Lula sobre a revindicação dos filhos, que considera justa. Sr. Ataliba (na foto, de branco), de 70 anos, se emocionou e confidenciou ao Coordenador Nacional do MORHAN, Artur Custódio, que após a receptividade do Presidente Lula com a causa e esse encontro, se sente "gente" depois de tudo que passou. Borges foi para Colônia Santa Izabel em 1952, quando tinha apenas 12 anos. "Perdi o contato com meus pais e meus irmãos. Foi terrível, sofri muito. O MORHAN, através das suas lutas, nos deu o direito de ser reconhecidos como gente. O presidente Lula, ao sancionar a indenização que nos repara, nos devolveu a alegria e a vontade de viver", disse. "Hoje, abraçar a futura presidente do Brasil nos faz perceber que ela é a continuidade e a garantia que esse Brasil irá ser governado a favor dos menos favorecidos e dos humildes. Chorei muito depois que a abracei, nunca imaginei que tivesse essa oportunidade. É um dos dias mais felizes da minha vida”, concluiu. "Sofri todo tipo de discriminação, repressão e abandono do Estado e da sociedade. Por isso, enquanto viver, lembrarei daquele que atendendo as reivindicações do MORHAN. Lula foi o único Presidente do Brasil que recebeu por duas vezes os Hansenianos no Palácio do Planalto e reparou as injustiças cometidas pelo Estado", comentou Nelson Flores, 67 anos, que chegou em Santa Izabel em 1955, ao lado de seis irmãos. "Na ocasião, a então Ministra Dilma, Chefe da Casa Civil, deu todo apoio e incentivo a essa reparação histórica. Senti a emoção e o sentimento de resgate da dignidade, pois ela recebe o pequenino do mesmo jeito que recebe o poderoso".
Compartilhe: