Morhan Nacional:

SÃO LUÍS - A cidade de Imperatriz é a primeira no ranking de casos de hanseníase no Maranhão e a terceira no Brasil. As autoridades de saúde de Imperatriz estão preocupadas com o índice.- Há muito tempo nós convivemos com esta grande patologia que tem nos preocupado bastante, mas agora chegou o momento em ficou insuportável nossa situação. E nós, profissionais de saúde, estamos cada vez mais envolvidos e responsabilizados pela questão - disse Neide Bastos, coordenadora do Programa Saúde da Família, da cidade de Imperatriz.Segundo Neide Barros, uma das causas para a elevação de casos da doença é o problema do saneamento básico.- Nós temos consciência do acompanhamento atual de nossos gestores, mas, é preciso que as pessoas nas comunidades se reúnam e encaminhem aqueles que possam estar apresentando alguma mancha na pele - lembra a coordenadora. Com os últimos números alarmantes a cidade começou uma campanha para tratar da questão da higiene e na preparação dos profissionais de saúde para lidar com a doença. A preocupação está justamente na facilidade da transmissão de pessoa para pessoa.- Quando descobrimos um caso novo não examinanos apenas o paciente, mas também, a família e as pessoas próximas para evitar o alastramento da patologia - Informa a médica. Por site Imirante.com e Rádio Mirante AM  
Compartilhe: