Morhan Nacional:

A Carreta da Saúde do Morhan (Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase) deixou a região do Cariri no último dia 17, rumando para os estados do Maranhão e Piauí. Na partida, a tristeza de saber que ainda são muitos os casos de pacientes sem saber que possui e saem transmitindo a doença para as pessoas que o cercam. Porém, a alegria de estar contribuindo para evitar que isso ocorra ao diagnosticar casos e encaminhar para o início do tratamento.Cerca de 50 pessoas foram diagnosticadas no trabalho de busca ativa desenvolvido nos consultórios do caminhão que esteve nas cidades de Juazeiro do Norte, Barbalha, Milagres e Aurora. Por volta das 22 horas deste sábado, na Praça da Matriz de Aurora, os voluntários do Caminhão da Saúde se despedem com um show. Naquela cidade, a carreta chegou na quarta-feira e ainda atende por todo o dia de hoje. Nas primeiras 150 pessoas examinadas no revezamento com 10 médicos em Aurora, cinco foram positivas.Para o Coordenador do MORHAN, Francisco Faustino Pinto, são números que se situam dentro de uma média. Ele lembra que Aurora possui uma população de 25 habitantes e está com 25 pacientes em tratamento quando a taxa aceitável pela OMS (Organização Mundial de Saúde) é menos de um caso por cada 10 mil habitantes. O caminhão estacionou no dia 1º de março em Juazeiro, onde atendeu 1.600 pessoas e descobriu 36 casos de hanseníase.Depois viajou para Barbalha (400 pacientes e três casos), Cajazeiras (PB), Tianguá na Serra da Ibiapaba, Milagres (300 pacientes e seis casos) e Aurora (cinco casos nos 260 primeiros atendimentos). O show desta noite em Aurora marcará o encerramento da campanha de combate à hanseníase no Cariri pelo Caminhão da Saúde. Para Faustino, "um trabalho dos mais positivos em virtude do trabalho educativo promovido nas palestras e panfletagens". Fonte: Ceará é Notícia
Compartilhe: