Morhan Nacional:

O cadastramento, a conscientização e orientação dos filhos que foram separados dos pais atingidos pela hanseníase e enviados para preventórios foi a pauta da reunião do MORHAN Mogi das Cruzes na antiga colônia Santo Angelo. Realizado no dia 20 de fevereiro, o encontro teve como objetivo colocar essas pessoas em sintonia com o trabalho realizado neste momento pelo MORHAN, para uma Ação Cível Indenizatória Coletiva contra o Governo Federal, que busca a reparação dos dolos causados a estas pessoas pelo Isolamento Compulsório. A ação vem sendo delineada há alguns anos, sendo Teresa Oliveira, nascida nas dependências do Santo Ângelo, incentivadora da proposta. Em 13 de janeiro, em reunião do Morhan no Rio de Janeiro, foi dado o início à  mobilização nacional, delegando aos participantes da mesma, as coordenações estaduais para que fossem chamados o maior número de filhos possíveis para compor a ação. Além de Teresa Oliveira (que desenvolveria a reunião), Leda Vilarin, Raimunda, Nádia, do Núcleo de Mogi das Cruzes, demais componentes do mesmo Núcleo, Reinaldo, de São Bernardo do Campo, filhos de ex-pacientes, ex-pacientes e pacientes do Santo Ângelo compuseram o encontro, totalizando, aproximadamente, 50 pessoas.   
Compartilhe: